Mulher morre envenenada após aceitar bombom de cigana: “Te restam poucos dias”

Após comer o bombom, Fernanda foi ao hospital e morreu; polícia busca a cigana

Maceió –  Fernanda Silva Valoz da Cruz Pinto, 27, morreu vítima de envenenamento após comer bombom dado por uma cigana que pediu para ler a sua mão. O laudo produzido pelo Instituto de Criminalística (IC) de Alagoas concluiu a causa da morte da jovem por envenenamento. O crime aconteceu em agosto e a conclusão do laudo com a causa da morte nesta quinta-feira (28).

(Foto: Reprodução)

De acordo com informações, a mulher encontrou uma cigana que lhe deu um bombom e pediu para ler sua mão. Após a leitura, ela disse que a mulher tinha poucos dias de vida. Após comer o bombom, Fernanda foi ao hospital e morreu. Momentos antes do velório, o pai de Fernanda pede o adiamento do enterro e pede que o corpo da filha passe por exames para buscar saber se a filha tinha sido envenenada, o que foi confirmada após conclusão do laudo cadavérico.

O bombom estava recheado com uma substância altamente tóxica. A polícia agora busca a cigana que deu o doce à vítima.

O laudo emitido pelo Laboratório de Química e Toxicologia foi encaminhado para o IML e disponibilizado também para o 1º Distrito Policial (DP), responsável pela investigação do caso

Anúncio