Nigeriano da lista vermelha da Interpol é preso por tráfico de cinco toneladas de drogas

O acusado foi preso no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo

Rio de Janeiro – Um nigeriano, 33, acusado de ser o responsável por uma carga de cinco toneladas de cocaína, encontrada em outubro do ano passado no Porto do Rio de Janeiro foi preso pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (24) no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo.

(Foto: Divulgação/Polícia Federal)

“Trata-se da maior apreensão já realizada no Rio de Janeiro e uma das maiores do país”, disse o delegado federal Geraldo Almeida.blankblank

O nigeriano foi preso no momento em que desembarcava no Brasil. “A investigação, a cargo da Delegacia de Repressão a Drogas do Rio de Janeiro, contou com o apoio da agência antidrogas dos Estados Unidos e da Interpol”, afirmou Almeida.

O preso já tinha sido incluído na lista vermelha da Interpol e havia sido localizado pela Agência Antidrogas norte-americana (DEA) na semana passada em Barbados, ilha no sul no Caribe.

A operação Maputo, cujo nome se refere à capital de Moçambique, que seria o destino da droga apreendida, também cumpre três mandados de busca e apreensão no estado de São Paulo, além de uma ordem de restrição de contas bancárias do preso no valor de R$ 2 milhões.

Anúncio