ONU pede investigação de operação policial que deixou 25 mortos no Rio de Janeiro

A operação realizada na quinta-feira (7), na qual helicópteros foram usados, parece ser a mais letal em uma década

Genebra – O escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) pediu nesta sexta-feira (7), uma investigação independente sobre uma operação policial contra traficantes de drogas na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, que deixou 25 pessoas mortas, incluindo um policial.

A operação realizada na quinta-feira (7), na qual helicópteros foram usados, parece ser a mais letal em uma década, em uma longa história de uso “desproporcional e desnecessário” da força pela polícia, disse o porta-voz da ONU para Direitos Humanos Rupert Colville em uma entrevista da ONU em Genebra.

Polícia Civil apresenta armas e drogas apreendidas durante operação realizada na comunidade do Jacarezinho, no Rio (Foto: Wilton Junior/Estadão)

“Pedimos à promotoria que conduza uma investigação independente e ampla sobre o caso, de acordo com os padrões internacionais”, disse Colville.

A força deve ser usada somente como último recurso e a polícia não tomou medidas para preservar as evidências na cena do crime, acrescentou ele.

Anúncio