Paciente extrai dente e volta para casa com broca no pulmão

Com dores, paciente perdeu 10 quilos em cerca de um mês e ainda aguarda para fazer cirurgia

Rio Grande do Norte – O paciente de uma clínica odontológica de Lajes, cidade do Rio Grande do Norte, que fazia um tratamento dentário, aspirou acidentalmente uma broca de dentista. Iolanda Mariano de Melo Simplício, de 55 anos, disse que o objeto ficou preso no pulmão.

Paciente vai ao dentista extrair dente e volta para casa com uma broca no pulmão. (Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo informações, o acidente aconteceu no dia 26 de julho enquanto a paciente fazia a extração de um dente. O especialista pelo procedimento foi afastado do serviço. Desde o ocorrido, Iolanda precisou se deslocar até Natal diversas vezes para fazer exames de tomografia, raio-x, hemograma e risco cirúrgico, e segue aguardando pela cirurgia.

“A gente quer uma solução, porque é um corpo estranho que está dentro do pulmão dela”, disse Rohnhalyson Mariano, filho da paciente, em entrevista. O jovem também contou que a mãe vem sentindo muitas dores e que já perdeu cerca de 10 quilos desde o acidente.

De acordo com a prefeitura de Lajes, a cirurgia deveria ter acontecido no dia 11 de agosto, mas foi cancelada após a quebra de um dos equipamentos usados na operação.

A soltura da broca, apesar de não ser algo que ouvimos falar com frequência, pode acontecer facilmente se não houver o cuidado do cirurgião dentista, visto que o motor provoca uma alta rotação do objeto.

Para evitar o acidente, o profissional deve prender bem a broca na caneta de alta rotação, checar se está firme e, ainda por cima, realizar um isolamento absoluto do dente em relação ao restante da arcada e da orofaringe.

Isso evita acidentes como aspiração de objetos usados no tratamento e contaminação. Em última declaração, a prefeitura afirmou que a cirurgia vai acontecer de forma particular, e que irá arcar com todos os valores.

(CanalTech)

Anúncio