PMs investigados pelo disparo de airsoft que atingiu criança são afastados

Segundo a SSP, a menina passeava com o pai de moto no Itaim Paulista, na zona leste de São Paulo, quando foi ferida

São Paulo- Dois policiais militares, investigados pelo disparo de airsoft que atingiu uma criança de apenas 1 ano, em São Paulo, foram afastados preventivamente da corporação. A informação foi confirmada pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).

(Foto: Reprodução/ Record TV)

Na madrugada desta terça-feira (26), a bebê passeava de moto com o pai, de 29 anos, no Itaim Paulista, na zona leste da capital, quando foi atingida pelo disparo. Câmeras de segurança da região registraram a ação dos policiais.

Nas imagens, os agentes param na via. O motorista da viatura coloca o braço para fora da janela e dispara em direção às vítimas.

Segundo a SSP, ao perceber que a criança estava ferida, o pai a levou até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Doutor Júlio Tupy. Posteriormente, ela foi transferida para o Hospital Tide Setúbal, onde permanecia internada até a publicação desta reportagem.

“Os policiais envolvidos na ocorrência já foram identificados e preventivamente afastados. Foi instaurado Inquérito Policial Militar (IPM) para o esclarecimento da ocorrência e a Corregedoria acompanha para adotar as providências administrativas cabíveis. Paralelamente, o 67° Distrito Policial (Jardim Robru) investiga o caso por meio de inquérito policial”, informou a pasta em uma nota.

Anúncio