Presa por assassinato, Elize Matsunaga namora jovem que tentou matar avó com marteladas

Dupla está presa na Penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo, e divide beliche no galpão do regime semiaberto

Elize Matsunaga, condenada a 16 anos de prisão pela morte do marido Marcos Matsunaga, está namorando um estudante que tentou matar o avô de 71 anos a golpes de marteladas no ano passado em São Paulo. As informações são da Record TV.

O estudante é Tiago Neves, de 23 anos, que é transexual. Ele cumpre pena de 5 anos de prisão por tentativa de homicídio.Os dois estão presos na Penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo, e dividem um beliche no galpão do regime semiaberto.

Elize Matsunaga está namorando jovem que tentou matar o avô em 2020 em SP (Foto: Reprodução / São Paulo)

O casal está fora da penitenciária e só volta na próxima segunda-feira (24) porque está na “saidinha temporária”. Com a mudança de regra, os detentos podem deixar o presídio em datas que não sejam os feriados.

Elize Matsunaga foi presa em 2012 por matar e esquartejar o marido, o empresário Marcos Matsunaga. Ela foi condenada por homicídio doloso triplamente qualificado (motivo torpe, recurso que impossibilitou a defesa da vítima e meio cruel), além de destruição e ocultação de cadáver.

O empresário foi morto dentro do apartamento em que morava com a mulher e a filha do casal, então com pouco mais de 1 ano, no dia 19 de maio de 2012. Alguns dias antes, Elize havia confirmado que o marido estava tendo um caso com outra mulher e contratou um detetive particular para segui-lo.

Em março de 2019, o Superior Tribunal de Justiça reduziu a pena de Elize por conta da confissão do crime. Ela poderá deixar a prisão em 2035 e está no regime semiaberto por boa conduta carcerária.

Anúncio