Professor fala que vítima ‘colabora’ com estupro e alunos se revoltam

Durante uma aula online, o professor de Direito Penal declarou que a vítima de estupro “colabora” com o crime ao usar roupas que “facilitam” a violência contra a mulher

São Paulo – Durante uma aula online do curso de Direito da Unifio (Centro Universitário de Ourinhos) no interior de São Paulo, o professor de Direito Penal e coordenador do curso, Fábio Alonso, declarou que a vítima de estupro “colabora” com o crime ao usar roupas que “facilitam” a violência contra a mulher. O vídeo viralizou na última sexta-feira (16) e causou polêmica nas redes sociais.

Os estudantes da Associação Atlética Acadêmica de Direito Fio publicaram uma carta de repúdio e pediram o afastamento do professor e ex-delegado Fábio Alonso. No texto, os alunos do curso afirmam que “por mais que a gente tenha conversado já com o professor sobre o ocorrido, as recentes entrevistas por ele dadas aos meios de comunicação, que agora estão sendo divulgadas, demonstram que o que foi exposto pelos alunos ainda não foi por ele compreendido”.

Em aula na Unifio professor de Direito Fábio Alonso afirmou que vítima colabora com estupro (Foto: Reprodução)

Na carta de repúdio, os alunos destacam que “em nenhum momento, nós alunos, queremos censurar ou impedir que determinados temas sejam tratados dentro de sala de aula. O que nos incomodou profundamente foi, além do exemplo utilizado para explicar determinado conceito jurídico, a forma como esse exemplo foi dado.” Confira o texto na íntegra.

Em sua página na internet, a Unifio publicou uma nota de esclarecimento afirmando que “repudia qualquer tipo de discriminação ou ato de preconceito”.  A instituição também informa que “está apurando os fatos para análise de eventual necessidade de adoção de providências”.

Veja o trecho da aula online: