PSL expulsa acusado de ataque a ‘Porta dos Fundos’

Eduardo Fauzi Richard Cerquise era filiado à sigla desde 2001

Rio de Janeiro – Procurado pela Polícia Civil, acusado de participar do ataque à produtora do grupo humorístico ‘Porta dos Fundos’, Eduardo Fauzi Richard Cerquise foi expulso do PSL carioca nesta segunda-feira (6). Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ele era filiado à sigla desde 2001. Além do PSL, Fauzi também era filiado à Frente Integralista Brasileira (FIB), grupo que o havia expulsado semana passada.

Fauzi tem 20 passagens pela polícia (Foto: Reprodução)

O ataque à produtora aconteceu na madrugada do dia 24 de dezembro. Seis dias depois, a Polícia Civil tentou cumprir mandado de prisão contra Fauzi em quatro endereços ligados a ele no Rio de Janeiro, mas não o encontrou. Depois, descobriu-se que o acusado embarcara para a Rússia um dia antes de sua prisão ser decretada.

Já na Rússia, Fauzi divulgou um vídeo de pouco mais de sete minutos em que ataca o ‘Porta dos Fundos’ e utiliza argumentos cristãos para chamar os humoristas de “intolerantes, marginais e bandidos”.

“A posição de tolerância, de se vestir pela pele do outro e buscar entender os problemas que o outro passa através da perspectiva dele, é tudo o que os tolerantes do ‘Porta dos Fundos’ não têm. A tolerância deles é marketing”, disse o acusado. No vídeo, ele usa a expressão “anauê”, saudação própria dos integralistas, grupo político de extrema direita.

O atentado aconteceu devido ao especial de Natal da produtora que satiriza Jesus Cristo. No filme, os humoristas sugerem que Jesus teve experiências homossexuais. Em entrevista concedida ao site Projeto Colabora, Fauzi reconheceu a autoria do atentado e disse que pretende pedir asilo político na Rússia. Ele teria uma passagem de volta para o Brasil marcada para o fim de janeiro.

Fauzi tem 20 passagens pela polícia, a maioria por casos de agressão e lesão corporal. Em 2013, ele foi preso por dar um soco no então secretário municipal de Ordem Pública do Rio, Alex Costa, quando ele concedia entrevista à TV Globo.

Anúncio