Refém conta que foi ameaçada e precisou cozinhar para serial killer

Lázaro Barbosa disse para as vítimas que a família assassinada por ele morreu porque reagiu. Mulher conta momentos de tensão

Goiás – Uma das reféns feitas pelo serial killer, Lázaro Barbosa, que está sendo caçado pela polícia pelo décimo dia consecutivo, deu uma entrevista para a Record TV e contou os momentos de tensão que viveu na presença do procurado, sendo ameaçada e obrigada a cozinhar para ele.

A vítima conta que abriu a porta e Lázaro estava segurando um outro refém e apontando a arma para a cabeça dela. Logo em seguida, ele a obrigou a cozinhar e fez ameaças, dizendo que a família que ele assassinou só foi morta porque reagiu.

Lázaro Barbosa, que está sendo caçado pela polícia pelo décimo dia consecutivo (Foto: Reprodução)

Lázaro Barbosa, de 32 anos, é acusado de matar uma família inteira no Distrito Federal. Após o crime, fugiu.

No dia 15 de junho, o homem, conhecido como “serial killer do DF”, fez uma pessoa refém na região de Cocalzinho de Goiás (GO), e trocou tiros com policiais.

Anúncio