Sorveteiro é preso por gravar vídeos de sexo com crianças

A polícia localizou 643 arquivos com conteúdo sexual infantil armazenados em um telefone celular do suspeito

Brasília, DF – Um homem de 41 anos foi preso durante operação conjunta entre a Polícia Civil (PCDF) e a Polícia Federal (PF), por armazenar e, supostamente, produzir vídeos pornográficos envolvendo crianças. O pedófilo é sorveteiro e foi detido quando estava trabalhando, na Asa Sul.

Segundo a polícia, no celular dele, havia 643 arquivos de vídeos e fotos com crianças em cenas de sexo.

As investigações apontam que o homem usava dispositivos eletrônicos para armazenas conteúdo sexual envolvendo crianças, mas também produzia vídeos sensuais da própria sobrinha, de apenas 8 anos, enquanto ela dormia.

A ação foi desencadeada nesta quinta-feira (27) pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) em parceria com o Núcleo de Repressão aos Crimes de Ódio e à Pornografia Infantil da PF.

O material pornográfico era baixado por ele na deepweb. A investigação teve início por meio de relatório de análise produzido pela PF.

A polícia ainda identificou na conta do pedófilo 46 arquivos de pornografia infantil, havendo indícios que em ao menos 12 destes arquivos o próprio criminoso produziria o material de pedopornografia.

Segundo a delegada-chefe da DPCA Simone Pereira, o criminoso foi preso em flagrante como incurso nas penas do art. 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

*Com informações da Assessoria de Comunicação/DGPC e Metrópoles

 

Anúncio