SP investiga se morte de adolescente tem alguma relação com vacina da Pfizer

Governo de SP ressalta que não há comprovação de relação entre a vacina e o óbito e diz que “qualquer afirmação ainda é precoce e temerária”

São Paulo – A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou o óbito de um jovem em São Bernardo do Campo, na região do ABC Paulista, após ter tomado vacina da Pfizer. A Secretária investiga se há alguma relação entre a vacina e a causa da morte. O órgão destaca que “qualquer afirmação ainda é precoce e temerária”.

vacina aplicada adolescente vacinado

SP investiga se morte de adolescente tem alguma relação com vacina da Pfizer. (Foto: Divulgação/Thiago Gadelha/diariodonordeste)

“É irresponsável a disseminação de qualquer informação que traga medo e insegurança aos adolescentes e familiares. Até o momento, não há comprovação de relação da vacina ao óbito de um jovem de São Bernardo do Campo”, afirmou a SES em nota.

“O Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo está investigando o caso devido à relação temporal com a aplicação da vacina. Qualquer afirmação ainda é precoce e temerária”, continua.

O Ministério da Saúde recuou e recomendou a suspensão da imunização para adolescentes entre 12 e 17 anos sem comorbidades, na manhã desta quinta-feira (16). Antes, o Governo Federal previa vacinar 20 milhões de pessoas desse faixa etária.

Anúncio