Suicídio é mais comum entre idosos; entre os motivos estão abandono familiar e depressão

Dados são do Ministério da Saúde

Manaus – Os idosos, de 70 anos ou mais, apresentaram as maiores taxas de suicídio no Brasil. São 8,9 suicídios para cada 100 mil habitantes. Entre os motivos, estão doenças crônicas, depressão e abandono familiar. Os dados são do primeiro boletim epidemiológico sobre suicídio, divulgado nesta quinta-feira (21) pelo Ministério da Saúde.

Índice alto de suicídio entre idosos é observado no mundo todo (Foto: EBC)

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não-Transmissíveis e Promoção da Saúde, Fátima Marinho, esse índice alto de suicídio entre idosos é observado no mundo todo.

blank

Enforcamento é mais comum

 

Os dados do boletim apontam que 62% dos suicídios no Brasil, incluindo todas as faixas etárias, foram causados por enforcamento. Entre os outros meios utilizados estão intoxicação e arma de fogo. Fátima conta que nos Estados Unidos são registrados mais suicídios por armas de fogo porque o acesso é mais facilitado.

A proporção de óbitos por suicídio também foi maior entre as pessoas que não têm um relacionamento conjugal, 60,4% são solteiras, viúvas ou divorciadas e 31,5% estão casadas ou em união estável.

“E os homens casados se suicidam menos. O casamento é um fator de proteção para os homens e de risco para as mulheres”, disse Fátima, explicando que existe uma associação das tentativas de suicídio das mulheres com a violência intradomiciliar. Ela compara que as mulheres tentam mais e, por outro lado, os homens anunciam menos, mas são os que mais morrem por suicídio.

Leia também

Anúncio