Thiago Brennand, acusado de estupro e agressão, diz que é injusto ser preso

Thiago Brennand vive atualmente em Abu Dabi, para onde fugiu em setembro passado

São Paulo – O empresário Thiago Brennand, acusado dos crimes de ameaça, estupro, lesão corporal e cárcere privado em oito ações penais no Estado de São Paulo, divulgou um novo vídeo no Youtube na última terça-feira (4), no qual nega as acusações — “obviamente não estuprei ninguém” — e diz que irá voltar ao Brasil. Ele também fez um pedido de desculpas ao procurador-geral de Justiça de São Paulo, Mário Luiz Sarrubbo, e às advogadas Gabriela Manssur e Dora Cavalcanti.

(Foto: Reprodução – Record TV)

O vídeo foi divulgado na mesma semana em que Brennand fez um pedido à Justiça para que as ordens de prisão fossem revogadas. “Vão me prender injustamente”, lamentou no vídeo da terça.

O advogado Eduardo Cesar Leite, que defende o empresário, afirma que ele “não está fazendo exigências” e voltará ao Brasil assim que forem finalizados os trâmites imigratórios.

O empresário Thiago Brennand já foi denunciado cinco vezes pelo Ministério Público de São Paulo pela suposta prática de diferentes crimes, como agressões, estupros e até mesmo corrupção de menores. Parte das denúncias já foi aceita pela Justiça, o que torna Brennand réu em parte dos processos e alvo de pedidos de prisão preventiva, já aceitos pelo Judiciário.
As denúncias contra o milionário vieram à tona após a divulgação de vídeos que flagraram as agressões praticadas por ele contra a modelo Alliny Helena Gomes em uma academia no Shopping Iguatemi, em área nobre da capital paulista. As imagens mostram a mulher sendo empurrada com força. Em seguida, duas pessoas aparecem para apartar a briga. Na sequência, o homem puxa os cabelos dela. Brennand foi denunciado pelas agressões e também por corrupção de menores, pois teria incentivado o filho dele, um adolescente que o acompanhava, a também ofender a vítima.
ADVOGADO DE BRENNAND

A reportagem entrou em contato com o advogado Eduardo Cesar Leite, que representa o empresário no Thiago Brennand. Ele enviou a seguinte nota:

Nota de esclarecimento

Que fique claro que nosso cliente não está ‘fazendo exigências’, como noticiaram alguns veículos. Em verdade, ele está imbuído do propósito de respeitar e cumprir as determinações da Justiça, para responder com serenidade às acusações e demonstrar a sua inocência!

No tocante às prisões preventivas, se for entendido pela manutenção dos decretos preventivos, ainda que, ao nosso ver, desnecessários e injustos, isso não afetará o seu propósito de retornar ao Brasil e cumprir todo o rito legal.

A data exata do retorno está dependendo dos trâmites imigratórios.

Anúncio