Vídeos: sobe para 21 o número de mortos durante operação no RJ

Segundo a PRF, a ação tem por objetivo localizar e prender lideranças criminosas que estão escondidas no Complexo da Penha

Rio de Janeiro – Subiu para 21 o número de mortos em uma operação conjunta entre o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), realizada nesta terça-feira (24) na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, zona norte do Rio de Janeiro.

De acordo o site UOL, as informações estão sendo repassadas pela assessoria de imprensa do Hospital Estadual Getúlio Vargas, localizado na Penha, para onde os feridos estão sendo levados. Ao menos 20 pessoas morreram na unidade e a 21ª morte é de uma moradora atingida por uma bala perdida, segundo a Polícia Militar.

A PRF informou que a ação tem por objetivo localizar e prender lideranças criminosas que estão escondidas na comunidade.

O perfil no Twitter do Voz da Comunidades compartilhou que moradores do Complexo da Penha relatam tiros desde 4h da manhã desta terça-feira. Ao menos 11 escolas da região foram fechadas pela Secretaria Municipal de Educação em decorrência das operações.

Ainda de acordo com UOL, houve apreensão de sete fuzis e quatro pistolas na operação. O Ministério Público disse que a ação policial foi autorizada após movimentação de criminosos de uma facção criminosa da Vila Cruzeiro para a Rocinha. A Defensoria Pública criticou a operação que “jamais seria tolerada em bairros nobres” do RJ. O Ministério Público Federal (MPF) anunciou a abertura de procedimento investigatório para condutas e possíveis violações cometidas por policiais de forma individual.

Veja abaixo quem são os mortos com identidade divulgada:

  1. Gabrielle Ferreira da Cunha, 41, vítima de bala perdida dentro de casa ao lado da Vila Cruzeiro.
  2. Patrick Andrade da Silva, vulgo PT, 22.
  3. Eraldo de Noves Ribeiro, apontado como chefe de tráfico no Pará, morto em confronto, segundo a PM.
  4. Geovane Ribeiro dos Anjos (“ Pinguim Ou Do Gelo”), 27.
  5. Maycon Douglas Alves Ferreira da Silva (“Maiquim”), 29.
  6. Marcelo da Costa Vieira, 33.
  7. Sebastião Teixeira dos Santos, 40, morto em confronto, segundo a PM.
  8. Carlos Henrique Pacheco da Silva, 23, morto em confronto, segundo a PM.
  9. Leonardo dos Santos Mendonça, 29, morto em confronto, segundo a PM.
  10. André Luiz Filho (Sdq), morto em confronto, segundo a PM.
  11. Roque De Castro Pinto Junior, nascido no Amazonas, morto em confronto, segundo a PM.
  12. Adriano Henrique Rodrigues Xavier, conhecido como “Playboy”, 17.
  13. Marlon da Silva Costa, 35, conhecido como Déo.
  14. Homem não identificado

Veja vídeos:

Anúncio