Vídeos: sobe para 24 o número de mortos em confronto na Penha

Mulher foi atingida por tiro dentro de casa em comunidade vizinha

Rio de Janeiro – Dois suspeitos que estavam internados no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, zona norte do Rio, morreram durante a madrugada desta quarta-feira (25). Eles foram feridos durante operação do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Federal (PF), na Vila Cruzeiro, no conjunto de favelas da Penha.blank

blank

(Foto: Montagem D24am / Reprodução Twitter)

Com isso, subiu para 24 o número de pessoas que perderam a vida no confronto de criminosos e policiais, entre elas Gabrielle Ferreira da Cunha, de 41 anos, atingida por um tiro, dentro de casa, na comunidade da Chatuba, vizinha a Vila Cruzeiro. O local não fazia parte da operação realizada pelas polícias Militar, Rodoviária Federal e Federal na região.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde, a direção do Hospital Getúlio Vargas informou que 28 pessoas foram encaminhadas à unidade. Do total, 21 chegaram mortas e duas morreram após atendimento. “Quatro pacientes seguem internados, sendo dois em estado grave e dois estáveis”, acrescentou. O hospital destacou ainda que um homem foi transferido para a Unidade de Pronto Atendimento da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária.

Segundo a secretaria, os corpos estão sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) da Secretaria de Estado de Polícia Civil.

Veja vídeos:

 

Anúncio