Alta histórica do dólar e reflexos na economia local

Confira as notas da coluna Claro & Escuro, do jornal Diário do Amazonas, desta quarta-feira, 27 de novembro

Manaus – Integrante do Conselho Federal de Economia (Cofecon) e professora universitária no Amazonas, a economista Denise Kassama avaliou que a apreciação do dólar perante a moeda brasileira atinge, principalmente, o Polo Industrial de Manaus (PIM), podendo gerar perda de faturamento e, consequentemente, demissões. Isso porque o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) é pautado pela importação de insumos para a fabricação de produtos. Com o dólar mais caro, os componentes aumentam de valor, obrigando as indústrias a agregarem o reajuste no produto final. Isso faz com que itens fabricados no PIM fiquem mais caros perante o mercado brasileiro, perdendo assim mais competitividade. A alta do dólar está relacionada diretamente à balança comercial brasileira, que é o equilíbrio entre as exportações e importações. O aumento histórico da moeda americana frente à brasileira nos últimos dois dias, chegando a marca de R$ 4,24 no câmbio comercial, foi puxado, segundo especialistas, pelo déficit de quase US$ 8 bilhões, registrado nas transações de outubro, e divulgado na última segunda-feira (25).

Consumidor comedido

Denise Kassama, que também é consultora, reforçou que um aumento repentino dos produtos do PIM gera um cenário incerto na economia, tendo em vista que o brasileiro está mais contido.

Desemprego

Para a economista, o novo comportamento do consumidor ocorre por conta da alta na taxa do desemprego (11,8%) e aumento do trabalho informal que bateu o recorde de 41%, no mês passado, segundo o IBGE.

Pedido de cassação

A Câmara Municipal de Iranduba instaurou nesta terça-feira (26) um processo de investigação para cassar o mandato do prefeito Francisco ‘Chico Doido’ Gomes (DEM).

Transporte escolar

A denúncia dos vereadores é pautada em irregularidades praticadas, segundo eles, pelo prefeito na contratação no setor de transporte escolar. O motivo embasou um processo semelhante em 2017, mas foi arquivado.

Anúncio