Anvisa autoriza funcionamento de fornecedores de oxigênio medicinal

O país conta com reforços no fornecimento do produto, classificado como medicamento e essencial aos serviços hospitalares, especialmente neste momento de crise de Covid-19

Manaus – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu três novas autorizações de funcionamento (AFE) para empresas fabricantes de oxigênio medicinal. Com isso, o país conta com reforços no fornecimento do produto, classificado como medicamento e essencial aos serviços hospitalares, especialmente neste momento de crise de Covid-19. A autorizações foram aprovadas de acordo com o fluxo de priorização de demandas.

(Foto: Divulgação/ABr)

Acompanhamento

O projeto de lei apresentado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado Roberto Cidade (PV), autoriza o governo do Estado a celebração de parcerias para assegurar e ampliar o atendimento às mulheres mastectomizadas no acompanhamento fisioterapêutico durante o período pré e pós-operatório.

Críticas

O reitor da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Ricardo Marcelo da Fonseca, fez duras críticas ao tratamento da ciência no Brasil. Sem mencionar nenhuma pessoa específica, ele disse hoje que quem milita contra a ciência, é “militante da morte”.

Reforma

Na primeira audiência pública para debater a reforma administrativa na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, o governo adotou como estratégia a defesa de que as mudanças resgatam a autoestima do servidor, enquanto opositores avaliaram que o fim da estabilidade abre espaço para corrupção.

blank

As vendas do comércio do município do Rio de Janeiro caíram 12,5% no primeiro trimestre deste ano. Em março, a queda atingiu 12%, acompanhando movimento de retração observado em janeiro (-15%) e em fevereiro (-6,5%) (Foto: Tânia Rêgo /ABr)