Auxílio Brasil deve injetar, no mínimo, R$ 84 bilhões na economia

Estudo é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo

Estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) analisa que o programa Auxílio Brasil deverá injetar na economia, ao longo deste ano, pelo menos R$ 84 bilhões, dos quais 70,43%, ou o equivalente a R$ 59,16 bilhões, deverão se transformar em consumo imediato, enquanto 25,74%  se destinarão para quitação ou abatimento de dívidas e 3,83%, ou R$ 3,21 bilhões, serão poupados para consumo futuro.
Apoio

A deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) criticou presidente Jair Bolsonaro (PL), após o mandatário declarar apoio à Damares Alves para concorrer ao Senado por São Paulo. “Com a habilidade que Bolsonaro tem para re(unir) a direita, em 2023, teremos um Senado vermelho, para dar sustentação a Lula”.

Bloqueio 1

A possibilidade de o Telegram ser vetado nas campanhas eleitorais este ano por não ter uma representação no Brasil para receber e cumprir ordens judiciais entrou na agenda do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Bloqueio 2

Um grupo do Ministério Público Federal (MPF) mais ligado ao combate ao cibercrime vinha defendendo essa interpretação internamente e orientando os demais procuradores a respeito.
blank

Pela terceira vez, o Banco do Brasil (BB) foi eleito o banco mais sustentável do mundo pelo ranking Global 100, da empresa canadense de pesquisa Corporate Knights. O BB havia conquistado a liderança no segmento bancário em 2019 e em 2021.

Anúncio