Comissão pede informações sobre pecuária no Pantanal

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deve apresentar explicações sobre a atividade pecuária, além de dados sobre a evolução do rebanho bovino em municípios da região

Brasília – A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, deve apresentar explicações sobre a atividade pecuária no Pantanal, além de dados sobre a evolução do rebanho bovino em municípios da região. Requerimento com esse objetivo foi aprovado na última sexta-feira (30) pela comissão temporária externa que acompanha o enfrentamento aos incêndios no bioma no Senado. Autor do requerimento, o presidente do colegiado, senador Wellington Fagundes (PL-MT), pede que sejam liberados dados sobre o rebanho bovino de 1991 até 2020. Em reunião da comissão no dia 9, a ministra da Agricultura disse que, se rebanho bovino fosse maior, a dimensão de incêndios no Pantanal poderia teria sido menor. Segundo ela, ”O boi é o bombeiro do Pantanal” porque come o capim nativo ou plantado e impede que se transforme em material altamente combustível. Criada para acompanhar as providências adotadas para evitar novos focos de incêndios e a limpeza dos locais já atingidos, a Comissão do Pantanal pretende elaborar um projeto de lei com normas de proteção.

Dados

A Vara Especializada em Crimes de Trânsito da Comarca de Manaus atingiu 1.026,67% de cumprimento da Meta 1 (julgar mais processos que os distribuídos), no período de janeiro a outubro deste ano, com um excedente de 556 processos.

Justiça

O resultado da Meta 1 foi considerado importante pelo juiz Flávio Henrique Albuquerque de Freitas, titular da unidade judicial, quer citou comprometimento no período de pandemia da Covid-19.

Indústria

Entre janeiro e maio deste ano, o Polo Industrial de Manaus (PIM) registrou faturamento de R$ 36,9 bilhões, de acordo com dados da Superintendência da Zona Franca de Manaus. Os números deste ano são 11,5% inferior ao registrado no mesmo período de 2019, quando o PIM faturou R$ 41, 7 bilhões.

Licitação

No município de Anori, a prefeitura local dispensou licitação para contratar a empresa Ultrafarma Comércio de Produtos Farmacêuticos Ltda., por R$ 479 mil, para adquirir medicamentos, EPI’s e testes para o Covid 19, para atender as necessidades da Secretaria Municipal de Saúde.

Anúncio