Consumidor que for à Justiça será direcionado à canal de conciliação

A ideia é que quem acionar o Judiciário para resolver uma disputa com alguma empresa seja automaticamente direcionado para o canal de conciliação mantido pela Senacom para agilizar o processo

(Foto: Sandro Pereira/Arquivo GDC)

Manaus – O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom) lançaram, nesta segunda-feira (7), um projeto-piloto que integra a plataforma consumidor.gov.br ao Processo Judicial Eletrônico (PJE). A ideia é que quem acionar o Judiciário para resolver uma disputa com alguma empresa seja automaticamente direcionado para o canal de conciliação mantido pela Senacom para agilizar o processo.

Demora na urgência

O Ministério Público do Amazonas instaurou um procedimento preparatório para apurar reclamações da “demora excessiva” no atendimento médico de urgência e emergência do Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz.

Custo elevado

O contribuinte paga, ao mês, só com gestão do Delphina Aziz mais de R$ 18,3 milhões. Desse valor, R$ 9.906.250,22 é destinado ao Consórcio Zona Norte Engenharia, Manutenção e Gestão de Serviço S.A. e R$ 8.451.349,00 vai para o Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH).

Relatório da Susam

A pedido da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), o secretário de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias, participará de uma audiência no parlamento para apresentar o 2º Relatório Quadrimestral de Prestação de Contas da Saúde – 2019, no próximo dia 10.

Mudança administrativa

Vereadores de Manaus aprovaram, nesta segunda-feira (7), o Projeto de Lei 251/2019, do Executivo Municipal, que altera o quadro de servidores da Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT). As mudanças ocorrem para os cargos de procurador fundacional, analista municipal e técnico municipal.

Amazonino falta

Apesar da convocação do Ministério Público Eleitoral, o ex-governador Amazonino Mendes não compareceu, nesta segunda, à audiência para prestar esclarecimentos sobre a acusação de calúnia e difamação contra o governador Wilson Lima, na eleição de 2018.

‘Lei Antiassédio’

Dois projetos de leis estão em tramitação na Assembleia Legislativa para criar medidas de combate a práticas de assédio sexual contra mulheres e homens, dentro de órgãos. Pelas propostas, se aprovadas, o servidor que cometer o crime poderá até perder o cargo.

ANJ

Moção do vereador Mauri Colares aprovada na Câmara Municipal de Manaus presta homenagem aos 40 anos de fundação da Associação Nacional dos Jornais (ANJ).

Amigos do estudante Fernando Neves Rodrigues, 19, atearam fogo em pneus, no bairro Dom Pedro, para protestar contra a falta de informações da polícia sobre o desaparecimento do rapaz, há oito dias (Foto: Divulgação)

Anúncio