Covid-19: Fiocruz recebe bancos de células e vírus para produzir IFA

A fabricação do insumo tornará o País autossuficiente na produção da vacina Oxford/AstraZeneca na Fiocruz, substituindo o IFA importado da China

Rio de Janeiro – O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fundação Oswaldo Cruz (Bio-Manguinhos/Fiocruz) recebeu, na quarta-feira (2), no Rio de Janeiro, um banco de células e outro de vírus para iniciar a produção do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da vacina contra a Covid-19. A fabricação do insumo tornará o País autossuficiente na produção da vacina Oxford/AstraZeneca na Fiocruz, substituindo o IFA importado da China.

Foto: Erasmo Salomão/MS

Tijolos

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT-11) abriu prazo, até a próxima sexta-feira (4), para que as instituições cadastradas manifestem interesse em receber cerca de 2 mil tijolos.

Qualidade

A doação refere-se a restos de obra, que não oferecem mais a qualidade exigida para a continuidade das alvenarias do Fórum Trabalhista de Manaus (FTM), mas que ainda apresentam boa condição para outras obras.

Suspeitas

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo passará a emitir alertas às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) caso seja detectado que algum CRM (identificação médica) inválido está sendo utilizado para emissão de atestados médicos falsos para obtenção da vacina contra a Covid-19 de quem tem comorbidades e está incluído no calendário de vacinação.

blank

Na próxima semana, uma comitiva brasileira comandada pelo Ministério das Comunicações (MCom) irá a Washington e Nova York, nos EUA, para conhecer as redes privativas de 5G do país e se reunir com potenciais investidores. (Foto: Divulgação / MCom)

Anúncio