CPI terá acareação entre Onyx Lorenzoni e Miranda

O confronto entre as versões de Onyx Lorenzoni e Luis Miranda sobre a tentativa de compra da vacina Covaxin foi solicitado pelo vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues

Brasília – Nesta semana, a CPI da Pandemia promoverá uma acareação entre o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, e o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF). A acareação está prevista para quarta-feira, 18, mas a data ainda precisa ser confirmada. Além disso, estão previstos os depoimentos do empresário Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, e do ex-secretário de Saúde do Distrito Federal Francisco de Araújo Filho.O confronto entre as versões de Onyx Lorenzoni e Luis Miranda sobre a tentativa de compra da vacina Covaxin foi solicitado pelo vice-presidente da comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), por meio de um requerimento. Segundo Randolfe, o pedido foi motivado por informações obtidas com quebras de sigilo. Em junho deste ano, o deputado denunciou em depoimento à CPI um suposto caso de corrupção, envolvendo o governo federal, na tentativa de compra da vacina Covaxin, a compra seria intermediada pela empresa Precisa Medicamentos.

Material

O Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio vai pagar em forma de processo indenizatório – sem contrato – R$ 632 mil à empresa Bioplus Comércio e Rep. de Medicamentos e Cosm. e Perf. por prestação de serviços de esterilização de materiais cirúrgicos “sem cobertura contratual, no mês de fevereiro de 2021”.

Presídios 1

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) deu início as inspeções em 13 órgãos do e Estado. Além das inspeções em diferentes órgãos jurisdicionados, será realizado um monitoramento da auditoria operacional que já foi feita pelo tribunal sobre o Sistema Prisional no Amazonas.

Presídios 2

As portarias de autorização das inspeções e designação dos técnicos responsáveis foram publicadas no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do TCE, disponível em doe.tce.am.gov.br.

Recuperação

O vereador Diego Afonso, da Câmara Municipal de Manaus (CMM), usou as suas redes sociais para afirmar que a classe política deve chamar para si a responsabilidade da recuperação econômica na cidade de Manaus.

Anúncio