David Almeida garante Auxílio Manauara para abril

O benefício é uma das promessas de campanha do prefeito. No total, 40 mil famílias vão receber o benefício mensal no valor de R$ 200, até o fim do ano

Manaus – O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), afirmou que pretende pagar a primeira parcela do Auxílio Manauara já no próximo mês de abril. O anúncio aconteceu na noite desta quinta-feira (7), durante a entrega da nova rede de iluminação a LED, na estrada do bairro Colônia Antônio Aleixo, zona leste da cidade. O benefício é uma das promessas de campanha do prefeito. No total, 40 mil famílias vão receber o benefício mensal no valor de R$ 200, até o fim do ano, uma forma de garantir o mínimo de dignidade a quem perdeu o emprego ou a renda, que tinha durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o prefeito, a iniciativa está no planejamento dos cem primeiros dias de gestão e deve contribuir para atenuar a grave crise financeira dos trabalhadores que perderam emprego e renda com a de retração econômica, que igualmente afetou o mercado informal, pois muitos tiveram seus negócios fechados. O benefício municipal será aplicado no momento em que o governo federal suspendeu o auxílio emergencial.

Sobra de caixa

A receita estimada nos orçamentos fiscal e da seguridade social pelo Governo do Amazonas em 2020 foi de R$ 18,7 bilhões, mas a receita final apurada em dezembro, mesmo com a pandemia, somou R$ 22,5 bilhões, com sobra de em caixa de R$ 3,65 bilhões, conforme mostrou o deputado estadual Dermilson Chagas (Podemos).

Impunidade

Dermilson criticou a falta de organização do governo por não ter criado um planejamento para evitar a segunda onda e pediu apuração do Ministério Público do Estado. “Não podemos deixar passar a impunidade porque isso está custando vidas”, disse.

Superlotação

Já o deputado federal José Ricardo (PT/AM) manifestou preocupação com a população devido a superlotação dos hospitais, com o aumento de contaminações por Covid-19. Ele cobrou maior empenho e transparência nas ações de enfrentamento à pandemia.

Rastreamento

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS/AM) dispensou licitação para contratar 1,6 mil diárias de empresa para prestação de locação de veículo com a promessa de realizar inquérito epidemiológico e rastreamento de casos de Covid-19.

Anúncio
Anúncio