Dívida pública passará de 100% do PIB no próximos anos

Esse é o cenário previsto pelo diretor da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Salto, na última sexta-feira (29)

Manaus – A crise fiscal causada pelos efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus no Brasil são graves e a dívida pública, que explodirá em 2020, continuará crescendo até passar de 100% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2026. Esse é o cenário previsto pelo diretor da Instituição Fiscal Independente (IFI), Felipe Salto, na última sexta-feira (29), em reunião da comissão do Congresso que acompanha as ações do governo no combate à Covid-19.

Segundo Salto, em 2020, a dívida deve saltar de 75,8% para 86,6% do PIB, um aumento superior a 10 pontos percentuais. O quadro é agravado pelo baque econômico interno que, num cenário pessimista, segundo a IFI, pode levar o PIB a uma queda de 5,2%. A depressão econômica impacta as contas públicas, porque leva a quedas expressivas na arrecadação do governo. Por isso, segundo Salto, o poder público deve evitar a ampliação das despesas permanentes. Outro efeito negativo da explosão da dívida, segundo Salto, é o encurtamento nos prazos de rolagem ou pagamento dos títulos emitidos pelo governo no mercado.

Inquérito

O promotor de Justiça Edilson Queiroz Martins renovou, por 1 ano, o inquérito civil para dar continuidade à investigação que apura eventuais irregularidades em contrato com a Seinfra para execução de obras no Campo Oficial de Treinamento do Coroado.

Contratação

No âmbito do Instituto da Mulher Dona Lindu, houve a  contratação da empresa L. P. Amorim Eireli pelo valor de R$ 751 mil para prestação dos serviços de manutenção preventiva e corretiva em equipamentos de refrigeração com reposição de insumos e mão de obra.

Vítimas

Tramita na Assembleia Legislativa do Estsdo (ALE) requerimento para que o governo do Estado localize os filhos de vítimas da Covid-19 e faça cadastrado para recebimento de assistência.

Gastos

Em Carauari, a prefeitura contratou a empresa Amazonaves pelo valor de R$ 516 mil para fretamento de aeronaves para transporte aéreo de cargas e passageiros para o município.

Anúncio