Em debate, relator defende unificação de impostos

Além do deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), especialistas também defenderam unificação e simplificação dos impostos de bens e serviços

Brasília – No debate ‘O impacto do custo Brasil na competitividade da indústria e do País’ sobre reforma tributária, promovido pela Confederação Nacional da Indústria, o relator da reforma tributária, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), e especialistas defenderam a unificação e a simplificação dos impostos de bens e serviços. Para eles, o sistema tributário atual possui enormes distorções, dificulta o investimento e gera muita insegurança jurídica no País. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participou do debate e se posicionou contrário ao aumento de impostos como forma de aumentar a receita para poder aumentar os gastos públicos. Maia adiantou que não vai pautar nenhuma proposta que flexibilize o teto de gastos, mecanismo fiscal aprovado em 2016 que estabelece um limite para os gastos federais para os próximos 20 anos, corrigindo-os pela inflação. O relator do texto na comissão da Câmara e na comissão mista, deputado Aguinaldo Ribeiro, afirmou que no sistema tributário brasileiro atual possui mais exceções do que regras.

Limpeza

Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar) do Amazonas publicou ajuste de contas para liquidar pagamento a empresa Contato Construção Ltda., o valor de R$ 456 mil referente à prestação de serviço de limpeza e conservação nos Estádios de Futebol e demais equipamentos.

Declaração

Para o deputado Dermilson Chagas (Podemos) ao comprar os ventiladores pulmonares para entubar os pacientes em estado grave pelo coronavírus no Hospital Nilton Lins, o governo do Amazonas assumiu a responsabilidade de matar, pois os mesmos aparelhos foram considerados inapropriados para entubação. A declaração foi feita na terça-feira (28).

Homenagem

O Centro Acadêmico de Jornalismo da Ufam faz parceria com o memorial Inumeráveis. A iniciativa é escrever histórias de brasileiros, vítimas do novo coronavírus e relatar seus dramas e relação familiar antes e após da contaminação.