‘Está tudo sob controle’. É o que governador vê na Saúde

Declaração de Wilson Lima é, no mínimo, insensata para a sociedade local que acompanha o drama das unidades de Saúde

Manaus – Com o sistema de Saúde em colapso e sem perspectiva de melhorar no curtíssimo tempo como requer a urgência da pandemia para assistir doentes que morrem até em casa, o governo estadual recusa uma ação mais efetiva da União no sistema local. Pedido feito pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE) para que o governo federal aplicasse intervenção na Saúde foi recusado pelo governador Wilson Lima após consulta feita pelo presidente Jair Bolsonaro. “Está tudo sob controle”, disse o governador, uma declaração, no mínimo, insensata para a sociedade local que acompanha o drama das unidades de Saúde. Em programa de televisão em rede nacional, o governador cobra ajuda federal, mas recusa intervenção proposta mais uma vez pela ALE, que recebeu até o aval do Ministério Público de Contas. Já o MPF, MPT e MP-AM querem que Ministério da Saúde fiscalize medidas adotadas pelo Estado. Nâo há tempo a perder, pois a expansão do coronavírus no interior, infelizmente, é outra dura realidade, pois os municípios não possuem UTI’s e profissionais.

Violência

Projeto de lei em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) prevê a disponibilização na internet da lista de pessoas condenadas por crime de violência contra a mulher. O projeto visa possibilitar às mulheres terem informações mais precisas sobre as pessoas recém-conhecidas com quem se relacionam, diminuindo os riscos à violência.

Covid-19

O deputado estadual Delegado Péricles (PSL) utilizou suas redes sociais, neste domingo (26), para informar à população que está com Covid-19 e disse que o momento de que seria “a fase mais crítica” da doença, já passou.

Prorrogação

A Prefeitura de Manaus prorrogou até 31 de maio decreto municipal que suspende a cobrança do estacionamento rotativa Zona Azul.

Obras

No município de Alvarães, a prefeitura homologou licitação para contratar a empresa W.V. Serviços de Construção Civil e Consultoria por de R$ 490,5 mil para prestar serviços de engenharia visando à pavimentação de ruas em área urbana com meio-fio, sarjeta e drenagem superficial.

Anúncio