Forças Armadas atuarão com 28 mil militares nas eleições

Em 2020, esse apoio atingirá oito Estados: Acre; Amazonas; Amapá; Bahia; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Roraima

Brasília – As Forças Armadas vão atuar com cerca de 28 mil homens durante o primeiro turno das eleições municipais deste domingo (15). Caberá aos militares o transporte de urnas eletrônicas e agentes eleitorais em 104 localidades. Esse apoio é necessário nos locais de difícil acesso da Justiça Eleitoral. É o caso de tribos indígenas e populações ribeirinhas, por exemplo. Em 2020, esse apoio atingirá oito Estados: 35 localidade do Acre; 26 no Amazonas; cinco no Amapá; uma na Bahia; quatro no Mato Grosso e no no Mato Grosso do Sul, duas no Rio de Janeiro e 27 localidades em Roraima. As Forças Armadas também farão a segurança em 616 locais. Os militares cumprirão esse papel em 11 Estados. Neste domingo, quase 148 milhões de eleitores poderão votar em 26 unidades da Federação. A população elegerá vereadores, prefeitos e vice-prefeitos. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, há 19.342 candidatos a prefeito e 518.308 disputando uma vaga de vereador. Este ano não haverá pleito no Distrito Federal e nem em Fernando de Noronha, distrito de Pernambuco.

Passagens

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) vai gastar R$ 396 mil para contratar a Trevo Turismo Ltda. para prestar serviços de agenciamento de viagens (reserva, marcação, emissão, remarcação e cancelamento) com fornecimento de passagens aéreas, fluviais, terrestres, intermunicipais e interestaduais.

Indígenas

Procuradora da República Julia Rossi de Carvalho Sponchiado instaurou procedimento administrativo para acompanhar o desenvolvimento de medidas de saúde mental e prevenção ao alcoolismo na Terra Indígena Barreira da Missão em Tefé.

Justiça

O 17.º Juizado Especial Criminal (17.º Jecrim), que funciona no Fórum Mário Verçosa, no bairro Aparecida, tem realizado audiências presenciais de conciliação e transação penal, de forma organizada e controlada, dentro do previsto na segunda etapa do retorno gradual das atividades presenciais do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Anúncio