Incompetência e falha de gestão são razões da crise na Saúde

O GRUPO DIÁRIO DE COMUNIZAÇAO (GDC) vem alertado há meses o risco de uma segunda onda da Covid-19 no Amazonas, mais forte e mais devastadora

Manaus – Manaus vivenciou, nesta quinta-feira (14), uma dia que irá marcar a capital e dificilmente será esquecido. Falha de gestão, falta e organização e irresponsabilidade da gestão Wilson Lima deixaram famílias enlutadas, que perderam seus entes por falta de oxigênio. O GRUPO DIÁRIO DE COMUNIZAÇAO (GDC) vem alertado há meses o risco de uma segunda onda da Covid-19 no Amazonas, mais forte e mais devastadora. A incompetência ganha contornos mais nítidos quando a empresa White Martins revela, nesta quinta-feira (14), em nota, ter alertado o governo do Estado quanto ao risco de falta de oxigênio. A empresa afirmou, nesta quinta, ter informado as autoridades responsáveis no inicio do mês sobre a possibilidade de faltar oxigênio medicinal na capital, dado o grande aumento do número de casos da Covid, e solicitou apoio ao governo. “Diante de um cenário extremamente desafiador, foram apresentadas as necessidades impostas pelo alto grau de criticidade da situação para mobilização de outras empresas, da sociedade em geral e órgãos competentes”, disse a empresa.

Compra

Familiares de pacientes internados em Unidade de Saúde de Manaus estão desembolsando até R$ 1 mil para abastecer cilindros de oxigênios para manter seus entes com o insumo. Muitas famílias estão fazendo cotas para comprar o oxigênio.

Apelo

Áudios divulgados em redes sociais revelam a reação de profissionais de saúde quando acabou o oxigênio nas unidades de Saúde na capital. Médicos de hospitais como o Platão Araújo, 28 de Agosto e Getúlio Vargas pediram ajuda de outros profissionais para revezamento a fim de manter a ventilação mecânica manual nos pacientes.

Alistamento 1

Jovens do sexo masculino que completam 18 anos em 2021 têm a opção de fazer o alistamento militar obrigatório de forma on-line, para evitar o risco de transmissão do novo coronavírus.

Alistamento 2

A orientação é da Prefeitura de Manaus, por meio da 34ª Junta do Serviço Militar, vinculada à Casa Militar, que, desde o início do ano, está com as inscrições abertas para o recrutamento.

Anúncio