Indícios de irregularidades em doações a campanhas somam R$ 35 mi

A análise da prestação de contas de candidatos nas eleições 2020 indica mais de R$ 35 milhões em indícios de irregularidades, segundo levantamento feito pelo Núcleo de Inteligência da Justiça Eleitoral

Brasília – A análise da prestação de contas de candidatos nas eleições 2020 indica mais de R$ 35 milhões em indícios de irregularidades, segundo levantamento feito pelo Núcleo de Inteligência da Justiça Eleitoral, que envolve, além do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a Receita Federal, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o Ministério Público Eleitoral (MPE), a Defensoria Pública Federal e o Tribunal de Contas da União (TCU).

(Foto: José Cruz/Arquivo/ABr)

Recursos

Os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) aprovaram projeto do Legislativo que cria o Cartão Social, que dará direito às famílias que estão em situação de pobreza de receber R$ 200 durante três meses, a partir de janeiro de 2021.

Retomada

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), defendeu a retomada da economia carioca, já que, segundo ele, na capital fluminense, não aconteceram “as mortes previstas pelos especialistas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)”.

Projeto 1

Em reunião com governadores, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comprometeu-se a colocar em votação, no dia 17 de novembro, projeto que permite a renegociação de dívida dos Estados, garante mais crédito em troca de contrapartida de medidas de ajuste fiscal.

Projeto 2

A votação do projeto de lei, no entanto, vai depender de desobstrução da pauta pela liderança do governo para ser votada.

O País registrou um aumento de 2,2% nos investimentos no mês de agosto, comparado a julho. O indicador foi divulgado pelo Ipea, nesta terça-feira (3). O destaque foi o setor da construção civil, que apresentou crescimento de 16,6% no trimestre. (Foto: Tânia Rêgo/ABr)

Anúncio