Justiça define indenização para atingidos por desastre em Mariana

Pela decisão, diversas categorias de trabalhadores cuja renda ficou comprometida pelo desastre devem receber entre R$ 23 mil e R$ 94 mil

Brasília – A Justiça de Minas Gerais definiu o valor mínimo das indenizações que os atingidos pelo rompimento da barragem do Fundão, em 2015, em Mariana, devem receber das mineradoras que atuam na região. Pela decisão, diversas categorias de trabalhadores cuja renda ficou comprometida pelo desastre devem receber entre R$ 23 mil e R$ 94 mil em danos morais e materiais.

Foto: Antonio Cruz/Abr

Recursos

O deputado federal pelo Amazonas Delegado Pablo (PSL) destinou, por meio de emendas, R$ 5 milhões para combater a pandemia do coronavírus em Manaus. O anúncio foi feito nesta terça, na Câmara Municipal de Manaus (CMM) pelo vereador Diego Afonso (PSL), que também aprovou emendas no valor total de R$ 600 mil para Saúde.

Repúdio

A Câmara de Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF) manifestou, nesta terça, contra os vetos aplicados pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à Lei 14.021, que trata de ações emergenciais de prevenção e combate à Covid-19 em comunidades indígenas e tradicionais.

Educação

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, anunciou, nesta terça-feira (21), auditor fiscal Victor Godoy Veiga, Controladoria-Geral da União como novo secretário-executivo do ministério.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na terça-feira (21), os contratos de operação de crédito da Conta-Covid, que serão firmados entre a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e 16 instituições financeiras. (Foto: Divulgação/ABr)

Anúncio