Lava Jato completa seis anos com 500 pessoas denunciadas

Mais de R$ 4 bilhões já foram devolvidos por meio de 185 acordos de colaboração e 14 acordos de leniência, nos quais se ajustou a devolução de cerca de R$ 14,3 bilhões

Brasília – A força-tarefa da operação Lava Jato, do Ministério Público Federal (MPF), completa seis anos no dia 17 de março com números globais recordes, que refletem a magnitude da maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro já realizada no Brasil. Neste período foram 70 fases, 1.343 buscas e apreensões, 130 prisões preventivas, 163 prisões temporárias, 118 denúncias, 500 pessoas acusadas, 52 sentenças e 253 condenações. Mais de R$ 4 bilhões já foram devolvidos por meio de 185 acordos de colaboração e 14 acordos de leniência, nos quais se ajustou a devolução de cerca de R$ 14,3 bilhões. Do valor recuperado, R$ 3 bilhões foram destinados à Petrobras e R$ 416 milhões aos cofres da União. Também já reverteram em favor da sociedade R$ 570 milhões utilizados para subsidiar a redução dos pedágios no Paraná. O trabalho da força-tarefa se desdobrou também em ações fiscais que tiveram resultados significativos. Ao longo de sua existência, o volume do trabalho da força-tarefa cresceu significativamente, passando de 8 mil atos praticados em 2019.

Homenagem

O deputado estadual Adjuto Afonso (PDT) apresentou requerimento em que pede uma Moção de Parabenização ao jornal DIÁRIO DO AMAZONAS pelo transcurso de seu 35º aniversário a ser celebrado no próximo dia 15.

Posse

Nesta quarta-feira (11), a Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica do Amazonas (ABMCJ-AM) empossa a nova diretoria para o triênio de 2020 à 2023. Assume a presidência da entidade a juíza Maria Creuza de Seixas, e como vice-presidente a juíza Lucia Viana. Na diretoria no Conselho Fiscal merece destaque a magistrada Lídia de Abreu Carvalho.

Contrato

A Prefeitura de Coari publicou extrato para contratar a empresa Administradora de Bens Good Ltda., por R$ 360 mil, para locação de imóvel para atender as necessidades do Executivo Municipal, na forma de representação da Prefeitura em Manaus. O contrato tem prazo de 12 meses.

Transporte

Tramita na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) indicação ao Governo do Amazonas para integrar os diferentes tipos de modais aos órgãos da administração direta e indireta envolvidos no transporte público da Região Metropolitana do Estado. A indicação é do deputado Roberto Cidade (PV).