Líderes farão consulta sobre o adiamento das eleições

Especialistas têm aconselhado o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e defendido a mudança da data do pleito em função da pandemia de Covid-19

Brasília – Líderes partidários do Congresso Nacional vão se reunir na próxima semana com um grupo de médicos para tratar do adiamento das eleições municipais previstas para outubro. Os especialistas têm aconselhado o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e defendido a mudança da data do pleito em função da pandemia de Covid-19, informa a Agência Senado. O grupo de médicos inclui epidemiologistas, infectologistas e um sanitarista, além de um biólogo e de um físico especializado em estatísticas de pandemia. Nesta segunda-feira (8) os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre, e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, se reuniram com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Roberto Barroso. Davi e Maia sugeriram o encontro com os demais parlamentares para embasar a decisão final do Congresso sobre o assunto. O ministro Barroso transmitiu aos presidentes o consenso dos especialistas e afirmou que endossa o adiamento “por algumas semanas”, de modo que as eleições ocorram entre novembro e dezembro.

Apreensão

O programa ‘AMAZONAS DIÁRIO’, que estreou nesta segunda-feira (8) na TV RECORD NEWS MANAUS, causou apreensão em muitas autoridades. Como mostra um dos bordões, o novo produto do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO, transmitido por todas as plataformas, vai tirar as máscaras do poder.

Apuração

O Procurador da República Armando César Marques de Castro instaurou inquérito civil para apurar supostas ilegalidades tributárias perpetradas no município de Borba pelo ex-gestor, José Maria da Silva Maia (2013/2016)

Recolhimento

Segundo o procurador, o ex-prefeito deixou de repassar contribuições recolhidas e declaradas em Guias de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP), assim como não informou contribuições que deveriam ser repassadas à Receita Federal.

Exército

O Hospital Militar de Área de Manaus informou que está credenciando Organização Civil de Saúde (OCS) e Profissional de Saúde Autônomo (PSA) para prestar serviços complementar de Saúde para atendimento médico-hospitalar aos usuários do sistema de saúde do Exército.

Anúncio