Marinha entrega duas usinas de oxigênio em Urucará e Codajás

Unidades produzirão pela primeira o insumo para os pacientes de Covid-19

Manaus – A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval entregou duas usinas de oxigênio, nos municípios de Urucará e Codajás, que pela primeira vez produzirão o insumo para os pacientes de Covid-19. Os equipamentos, encaminhados pelo Ministério da Saúde, foram transportados pelos Navios-Patrulha Fluvial Raposo Tavares e Amapá, subordinados ao Comando da Flotilha do Amazonas.

(Foto: Divulgação / Comando 9º Distrito Naval)

Tadros
Empresário que deu grande contribuição do turismo, Mário Tadros morreu neste domingo, vítima de Covid. Atualmente era vice-presidente da Federação do Comércio de Bens e Serviços e Turismo do Amazonas (Fecomércio-AM). Tadros também foi presidente da Seccional do Amazonas da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-AM) e secretário municipal de Turismo.

Enfrentamento
A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, anunciou a implantação do Plano de Enfrentamento ao Feminicídio, prevista para o início de março. Sóem 2020, o Ligue 180 registrou aumento de 39% de denúncias de violência.

Contrato
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmou que deve ser assinado até março o contrato com a AstraZeneca que detalha a transferência de tecnologia para a produção do ingrediente farmacêutico ativo da vacina Oxford no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). A empresa anglo-sueca é desenvolvedora da vacina em parceria com a universidade britânica.

blank

Em situação de emergência desde a última terça-feira (16), o Acre ainda tem milhares de pessoas desalojadas e desabrigadas devido as enchentes que atingem dez municípios, incluindo a capital Rio Branco. (Secom/Acre/Divulgação)

Anúncio