Metade dos municípios do Amazonas dispensa IPTU e ISS, diz procurador

Manaus – Em encontro de gestores da Associação Amazonense dos Municípios, no Centro de Convenções Vasco Vasquez, o procurador de contas João Barroso, titular da Coordenadoria de Renúncia de Receitas do Ministério Público de Contas do Amazonas, informou que apenas […]

Manaus – Em encontro de gestores da Associação Amazonense dos Municípios, no Centro de Convenções Vasco Vasquez, o procurador de contas João Barroso, titular da Coordenadoria de Renúncia de Receitas do Ministério Público de Contas do Amazonas, informou que apenas 50% dos municípios do Estado cobram o Imposto Predial Territorial e Urbano (IPTU) e o Imposto Sobre Serviços (ISS).

Água de indígenas

O Ministério Público Federal também apura as consequências de um lixão municipal, em Tabatinga, na qualidade da água de comunidades indígenas próximas, e possível omissão do Ibama.

Licitação de áudio

A Assembleia Legislativa do Estado lançou licitação para comprar uma série de equipamentos de áudio para uso dos deputados, incluindo processador digital e apresentador multimídia.

Concurso no interior

O Ministério Público de Contas Estado (MPC) recomendou às prefeituras de Iranduba e Tabatinga que realizem concurso público para provimento de cargos em suas secretarias de Educação, para substituir temporários.

Falta transparência

O Ministério Público do Estado deu prazo de dez dias para a Prefeitura de Itacoatiara esclarecer problemas de falta de transparência de informações que devem ser públicas, em seu portal oficial.