Ministério terá reunião com bancada sobre a BR- 319

A reunião foi solicitada pelo deputado federal eleito do Amazonas Pablo Oliva (PSL), durante encontro com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, na última quarta-feira (23), em Brasília

Manaus – O Ministério da Infraestrutura e Transporte confirmou para o dia 5 de fevereiro a reunião com a bancada para discutir a recuperação da rodovia BR-319 (Manaus-Porto Velho). A reunião foi solicitada pelo deputado federal eleito do Amazonas Pablo Oliva (PSL), durante encontro com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, na última quarta-feira (23), em Brasília.

O deputado disse que também convidou o governador do Amazonas, Wilson Lima, a participar do encontro e ressaltou que está será a primeira reunião dos novos governos federal e estadual para discutir a situação de “abandono” da BR-319. Na última sexta-feira (25), a BR-319 foi novamente fechada para o tráfego de veículos por causa da falta de condições de trafegabilidade no trecho que vai do quilômetro 250 ao 655, também conhecido como trecho do ‘meio’. O ministro Tarcísio Freitas já anunciou que pretende percorrer a rodovia com uma comissão formada por parlamentares do Amazonas e de Rondônia, a fim conhecer a situação e dar suporte para a conclusão da BR.

Fim dos trabalhos

A poucos dias para entregar o cargo de presidente da Assembleia, o deputado David Almeida (PSB) já começa a desfazer a equipe do seu gabinete e mirar nos projetos pessoais, de olho nas prefeituras do interior, após ter recebido vários convites.

Sem urgência

Em entrevista ao programa ‘Roda Viva Amazonas’, da TV Cultura do Estado, o deputado Josué Neto (PSD) disse esperar que projetos do governo possam tramitar na normalidade dentro da Casa e sem regime de urgência.

Casa nova

O começo do ano legislativo na Assembleia conterá com as instalações físicas reformadas, após dois meses de obras. O plenário já está pronto e mais iluminado. Já as demais áreas devem ser finalizadas ainda esta semana.

Cheia

O boletim do monitoramento hidrometeorológico apontou que o Rio Negro ficou 72 centímetros em relação ao ano da maior cheia, em 2012, na última sexta-feira. Na semana passada, o rio subiu, em média, 4 centímetros por dia, na área do Porto de Manaus.