Ministro do STF prorroga inquérito sobre suposta interferência na PF

A abertura do inquérito sobre a suposta interferência na PF foi autorizada em abril de 2020

Brasília–  O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes prorrogou por mais 90 dias o inquérito que apura a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal (PF) e o crime de denunciação caluniosa por parte do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. A abertura do inquérito sobre a suposta interferência na PF foi autorizada em abril de 2020, a pedido da Procuradoria-Geral da República.

Foto: Agência Brasil

 

Corrida

Projeto na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) quer incluir no calendário oficial de eventos do Estado do Amazonas a ‘Corrida dos Imunizados’, que deverá ocorrer dia 8 de dezembro de cada ano.

Festividades

Um dos filhos do presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que fará festas em sua casa durante o Carnaval deste ano horas após o governador Ibaneis Rocha (MDB) cancelar as festas do feriado devido ao aumento de casos de Covid-19.

Agronegócio

O presidente Jair Bolsonaro fez uma defesa enfática do consumo de carne no país ao dizer que o agronegócio é um “bom negócio” e que o consumo da proteína animal deveria ocorrer de segunda a domingo para quem tem condições financeiras, disse em transmissão em redes sociais.

 

blank

Destino de verão no Brasil, o Nordeste recebe milhares de turistas todos os anos. A partir de recursos do Governo Federal da ordem de R$ 14,3 milhões, orlas de cidades da região vão receber obras de infraestrutura turística. Foto: MTur

Anúncio