Mortes intencionais crescem 4% em 2020, revela pesquisa

Pelo menos 78% dessas mortes foram causadas com o emprego de arma de fogo

Brasília – O número de mortes violentas intencionais chegou a 50.033 em 2020, o que representa um aumento de 4% em relação a 2019. Pelo menos 78% dessas mortes foram causadas com o emprego de arma de fogo. As vítimas, em sua maioria, são homens (91,3%), negras (76,2%) e jovens (54,3%), de acordo com dados da 15ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Rio de Janeiro – Campanha contra homicídios de jovens negros pinta centenas de silhuetas de corpos no chão do Largo da Carioca (Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil)

 

Processos

O Tribunal regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT-11) regulamentou a criação de salas passivas para a realização de atos processuais, especialmente depoimentos de partes, testemunhas e de outros colaboradores da Justiça do Trabalho, por sistema de videoconferência.

Prorrrogação

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), anunciou a prorrogação do prazo de funcionamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid. A comissão poderá funcionar por mais 90 dias, contados a partir de 7 de agosto.

Vacinação

Os ministros da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, das Comunicações, Fábio Faria, e da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário, foram vacinados em Brasília como parte de um ato simbólico.

blank

Com ações de valorização e qualificação das residências médicas e concessão de incentivos, foi lançado ontem pelo Ministério da Saúde, o Plano Nacional de Fortalecimento das Residências em Saúde. Foto: Walterson Rosa/MS

Anúncio