MPF abre inquérito contra rede social Kwai por conteúdo falso

A suspeita é que a plataforma, de origem chinesa, esteja promovendo conteúdos e perfis falsos para gerar maior engajamento

O Ministério Público Federal (MPF) informou nesta quinta-feira (18) ter instaurado um inquérito civil público para investigar a conduta da rede social Kwai, no Brasil. A suspeita é que a plataforma, de origem chinesa, esteja promovendo conteúdos e perfis falsos para gerar maior engajamento. “Há indícios de que postagens na rede com informações inverídicas e apelativas sejam produzidas não por usuários regulares do Kwai, mas pela própria plataforma – diretamente ou por meio de empresas de publicidade por ela contratadas, sem qualquer identificação de sua origem”, disse o MPF, em no-ta. Segundo o MPF, a investigação terá três frentes: a suposta criação de perfis falsos de órgãos e autoridades públicas no Kwai, como se fossem páginas oficiais; a produção e circulação de notícias falsas na rede social, sobretudo durante a eleição de 2022 e a veiculação de vídeos contendo atos de violência contra mulheres.

TSE 1
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) recebe até esta sexta-feira (19) sugestões sobre as regras que vão valer para as eleições municipais de outubro. Ao todo, são dez temas sob consulta, que devem ser regulados por resoluções eleitorais a serem votadas pelos ministros da corte.

TSE 2
Entre os assuntos mais sensíveis está a regulamentação do uso da inteligência artificial nas elei-ções para evitar a circulação de montagens de imagens e vozes para manipular declarações falsas de candidatos e autoridades no pleito.

Milhagem
Projeto de Lei 2767/23 regulamenta os programas de milhagem das companhias aéreas. De autoria do deputado Amom Mandel (Cidadania-AM), está em análise na Câmara dos Deputados.

Carnaval
Pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) indica que o setor deverá fa-turar, no carnaval, até 15% mais em 2014, em Belo Horizonte, no Rio e no Recife.

Sonegação 1
Estudo da Federação de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais, do Tribunal de Contas da União e da Controladoria-Geral, citados em nota Agência Nacional de Mineração apontam que a cada R$ 1 arrecadado Compensação Financeira Pela Exploração Mineral, R$ 1 é sonegado.

Sonegação 2
Como resultado, segundo o estudo, a sonegação fiscal das mineradoras na taxa de compensação pode ter alcançado R$ 35 bilhões nos últimos 5 anos.

‘Política estadual de incentivo às agroindústrias’ vira lei no Amazonas

blank

(Foto: Herick Pereira/Divulgação)

Com o propósito de promover a criação de novos empreendimentos agroindustriais, incentivar a regularização de agroindústrias informais e a competitividade foi sancionada a proposta do deputado estadual, Roberto Cidade, presidente da Assembleia Legislativa, que cria a “Política Estadual de Incentivo às Agroindústrias do Estado do Amazonas”. Sob o número nº 6.659/2023, a Lei Ordinária pretende ainda ser propulsora de sustentabilidade econômica, social e ambiental das cadeias produtivas rurais.

blank

(Foto: Divulgação)

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou em dezembro o Projeto de Lei 4925/23, que prevê isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) nos veículos adqui-ridos por municípios para uso exclusivo na segurança pública e na saúde.

Anúncio