MPF acompanha impactos causados pela saída da Ford

A medida foi tomada após anúncio da Ford sobre o encerramento da produção de veículos em suas fábricas no Brasil

Brasília – O Ministério Público Federal instaurou procedimento administrativo para acompanhar os impactos socioeconômicos e concorrenciais do fechamento de fábricas de automóveis no país. A medida foi tomada depois do anúncio feito pela empresa Ford, na última segunda-feira, 11, de encerramento da produção de veículos em suas fábricas no Brasil, situadas nos municípios de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e Horizonte (CE). Na avaliação do coordenador de Comissão do MPF, subprocurador-geral da República Luiz Augusto Santos, o fim das atividades de fabricação de veículos no Brasil pode gerar prejuízos ao setor industrial, com impactos “capazes de provocar a redução dos níveis de renda e emprego nacionais, afetando negativamente a economia, além da potencial repercussão no nível concorrencial do mercado de veículos”. O procedimento administrativo visa a coleta, sistematização e tratamento de dados ou informações técnico-jurídicas voltadas a subsidiar eventuais medidas no âmbito do MPF.

Assédio 1

Foi sancionada lei aprovada na Assembleia Legislativa do Estado (ALE) para combater práticas de assédio sexual em estabelecimentos da Administração Direta e Indireta do Estado. A lei define assédio sexual o comportamento sexual indesejado, de caráter não consensual, que humilhe, ofenda ou intimide determinada vítima.

Assédio 2

Segundo a lei, os acusados sofrerão processo administrativo e estarão sujeitas a advertência, multa e exoneração, além de multa de R$ 5 mil.

Nota

A Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua) emitiu nota pública em que responsabiliza o Estado brasileiro, “por negligenciar e sabotar as medidas sanitárias preconizadas pela
Organização Mundial da Saúde”.

Visita

O vereador Dr. Daniel Vasconcelos (PSC) visitou o anexo da Unidade Básica de Saúde Nilton Lins, localizada no bairro de Flores, zona Centro-Sul, destinada exclusivamente para atendimento de pacientes com suspeita de Covid-19 ou síndromes gripais

 

Anúncio