MPF celebra acordos para recuperar R$ 150 milhões

Acordos foram firmados com três pessoas que mantinham recursos desviados no exterior, provenientes de herança e de sonegação fiscal

Rio de Janeiro – O Ministério Público Federal (MPF) firmou dois acordos com três pessoas que mantinham recursos desviados no exterior, provenientes de herança e de sonegação fiscal, as quais se comprometeram a pagar multas que somam a quantia aproximada de R$ 150 milhões. Os acordos já foram homologados pela 7ª Vara Criminal da Seção Judiciária do Rio de Janeiro. Os promitentes eram beneficiários de quatro empresas offshores mantidas ilegalmente. Eles confessam e descrevem como remeteram ou internalizaram recursos mantidos ilicitamente no exterior por meio do sistema de câmbio paralelo da organização criminosa de Dario Messer, Vinícius Claret (Juca Bala) e Cláudio de Souza (Tony). As investigações alcançaram as contas mantidas irregularmente no exterior por meio de provas de corroboração entregues no bojo de acordo de colaboração premiada com os doleiros. No sistema entregue no acordo de colaboração foram identificadas mais de 3 mil empresas offshores, sediadas e com contas bancárias em mais de 50 países.

Recursos 1

O Ministério da Justiça decidiu suspender por 90 dias, a transferência de recurso ao Estado do Amazonas, incluído no Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde para custeio de leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto e Pediátrico do Hospital Delphina Aziz.

Recursos 2

Segundo portaria publicada na sexta-feira, 28, fica suspenso o valor de R$ 582.442,67 em função da totalidade de seus leitos de UTI terem sido transformados em leitos de UTI Covid-19 Adulto Tipo 2.

Pré-candidato

O partido Patriotas anunciou, nesta sexta-feira (4), o ex-superintendente da Suframa Coronel Menezes como candidato à prefeitura de Manaus. Menezes, disse que busca um vice que seja livre de amarradas com a velha política para que possam gerir livremente a prefeitura de Manaus, sem ‘dever’ favores para parceiros.

Atendimento

Por cauda das eleições deste ano, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) publicou portaria estabelecendo prestação do serviço extraordinário no âmbito da Secretaria do órgão e de seus Cartórios Eleitorais, no período de 31 de agosto de 2020 até a data de diplomação dos candidatos eleitos.

Anúncio