MPF faz reunião sobre reparações do regime militar

Encontro promoveu a escuta de vítimas da ditadura, de pesquisadores e de representantes de entidades da sociedade civil que atuam na temática

Brasília – Cerca de 40 pessoas participaram na quinta-feira (1), de reunião pública virtual promovida pelo Ministério Público Federal (MPF). Com o tema ‘Memória e Verdade’, o encontro promoveu a escuta de vítimas da ditadura, de pesquisadores e de representantes de entidades da sociedade civil que atuam na temática. Os problemas e sugestões apresentados pelos participantes já começaram a ser analisados, ontem, pelo grupo de trabalho ‘Memória e Verdade’, criado no âmbito da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão PFDC). Os procuradores do GT coletaram informações no intuito de ajudá-los a elaborar um plano de ação para os próximos dois anos. O trabalho do grupo é coordenado pela procuradora regional da República Eugênia Augusta Gonzaga, que acompanha a temática há 20 anos. Cada participante teve cinco minutos para expor suas principais demandas e preocupações sobre a temática. Presentes reclamaram por ações que possam garantir o regular funcionamento da Comissão de Anistia.

Eleição

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou que chegou a Manaus o material que, junto com os protocolos sanitários, proporcionará segurança aos mesários e eleitores, durante as eleições 2020.

Prevenção

Segundo o tribunal, foram recebidos ainda posters e adesivos, que tem como finalidade conscientizar o eleitor dos procedimentos de segurança e demarcar os locais de votação para a manutenção do distanciamento, nas filas.

Amazônia

A importância da Zona Franca de Manaus para preservação ambiental da Amazônia foi apresentada ao vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão, durante reunião com o deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo (PSL). Mourão é o presidente do Conselho Nacional da Amazônia.

Energia

O deputado estadual Sinésio Campos (PT) defendeu o adiamento do prazo de aumento de energia que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), está propondo na ordem de 8,5% nas tarifas da Amazonas Energia.

Anúncio