Mudanças no Fungetur para micro e pequenas empresas

Com as mudanças, os empreendedores terão à disposição uma linha de capital de giro própria e financiamento associado aos projetos de investimentos e aquisição de bens

Brasília – O Ministério do Turismo promete mais agilidade às micro e pequenas empresas do setor de turismo para acessar as linhas de crédito do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). O ministério publicou portaria no Diário Oficial da União (DOU) alterando normas gerais e os critérios de aplicação dos recursos do programa. Com as mudanças, os empreendedores terão à disposição uma linha de capital de giro própria e financiamento associado aos projetos de investimentos e aquisição de bens. Além disso, a portaria estabelece oportunidade para utilização dos fundos garantidores como a oferta de bens dos mesmos como garantia. O Fundo Geral de Turismo dispõe de R$ 450 milhões que poderão beneficiar cerca de 1.500 empreendimentos, proporcionando a geração de 7.500 empregos direto no setor de turismo. Empresas cadastradas no Cadastur terão prazos de até 20 anos para pagamento de financiamento para investimentos fixos, com carência máxima de 5 anos, e até 4 anos para capital de giro, com carência máxima de 6 meses.

Eleição

Acontece nesta sexta-feira (5) a eleição para escolher a nova diretoria da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon) para os próximos dois anos. Estão concorrendo duas chapas: uma encabeçada pela juíza Rebeca de Mendonça Lima e outra pelo juiz Luis Márcio Nascimento Albuquerque. Estão aptos a votar 262 magistrados.

Campanha

A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realiza nesta sexta-feira (5) a abertura da campanha ‘Julho Amarelo’ em alusão às medidas de prevenção contra as Hepatites Virais do Estado do Amazonas.

Campanha 2

Durante a abertura, serão distribuídos materiais informativos e preservativos, além da oferta de Teste Rápido para Hepatite B e do exame de elastografia para as pessoas que tiverem diagnóstico de Hepatite B ou C confirmado.

Ampliação

A Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) publicou extrato para contratar a empresa Tecmaster Engenharia e Construções Ltda. por R$ 14,4 milhões para de construção e montagem de dutos para ampliar rede de distribuição de gás natural da companhia em Manaus, com elaboração de projeto executivo, inspeções, testes, comissionamento e apoio à pré-operação.