Navegar na internet emite mais CO2 que andar de avião, diz estudo

O uso de tecnologias digitais superou a indústria aeroespacial em termos de emissões de CO2

(Foto: Arquivo/GDC)

Manaus – Estudo aponta que uso intensivo da internet prejudica o meio ambiente mais que a aviação. O uso de tecnologias digitais superou a indústria aeroespacial em termos de emissões de CO2.

Enquanto a participação da aviação nas emissões globais de CO2 é estimada em cerca de 2,5%, quase 4% de todas as emissões de dióxido de carbono derivam da transferência global de dados e de sua infraestrutura, apontou estudo ‘The Shift Project’.

Procuradores

O grupo de apoio é composto por membros de todo o País e inclui Bruno Silva Domingos, lotado na Procuradoria da República em Tabatinga e Edmilson Da Costa Barreiros Junior, lotado na Procuradoria da República no Amazonas.

Contas

O prefeito de Parintins, Frank Luiz da Cunha Garcia, autorizou o pagamento de cinco diárias que totalizam R$ 2.066,75, a uma servidora municipal para viajar no trecho Parintins/Manaus/Parintins, a fim de comparecer na Empresa de Estadual de Turismo (Amazonastur) e na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), para tratar de questões burocráticas referente prestação de contas de convênios.

Mercado

A Prefeitura de Careiro publicou despacho para adjudicar à empresa Amazoncreto Construções, pelo valor de R$ 573,9 mil, destinado a para serviços de engenharia especializada para construção de mercado popular naquele município.

O Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general de Exército Augusto Heleno deu posse ao novo secretário executivo General Douglas Bassoli (Foto: Divulgação)