Omar Aziz cobra reunião do Conselho da Suframa

Para Aziz, o adiamento prejudica projetos de interesse do Estado e tira empregos do Estado

Manaus – O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), senador pelo Amazonas Omar Aziz (PSD), criticou, nesta terça-feira (9), o fato de não ter ocorrido, até o momento, reunião do Conselho de Administração da Suframa (CAS) em 2019. Para Aziz, o adiamento prejudica projetos de interesse do Estado e tira empregos do Estado. No último dia 24 o superintendente da Zona Franca de Manaus, Alfredo Menezes, afirmou que a primeira reunião do CAS está prevista para a próxima sexta-feira (12) e deve contar com a presença do presidente Jair Bolsonaro. Para o senador Omar Aziz, caso Bolsonaro realmente presida a reunião do Conselho, deve trazer boas notícias para, segundo o parlamentar, compensar as más notícias que governo tem dado ao Amazonas e ainda pede solução para a questão do Produto Produtivo Básico (PPB). Outro ponto abordado pelo Senado do Amazonas é que o governo federal diga qual o projeto para a Zona Franca de Manaus. Omar Aziz afirmou quem, até o momento, o governo Bolsonaro tem sido um massacre ao Estado.

Críticas

O deputado federal pelo Amazonas Delegado Pablo (PSL) postou em redes sociais critica a realização de audiência de custódia. Para o parlamentar, as audiências “tratam como vítima da sociedade justamente quem faz a sociedade de vítima”.

Multa

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) julgou regular com ressalvas, com multa de R$ 2,5 mil as contas do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Presidente Figueiredo (SAAE), do exercício de 2017, de responsabilidade da ex-diretora Elizaberth Marinho Gonzales.

Risco 1

O Governo do Amazonas promete reforçar o monitoramento de áreas que estão em risco de serem ocupadas de forma irregular no Estado.

Risco 2

A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) e a Secretaria de Estado de Administração e Gestão (Sead) firmaram um Termo de Cooperação Técnica, nesta terça-feira, que vai permitir a aquisição de recursos técnicos para modernização do Grupo Integrado de Prevenção às Invasões em Áreas Públicas (Gipiap).