Orquestra Sinfônica Brasileira se torna Patrimônio Cultural do Rio

Com mais de 5 mil concertos realizados desde sua fundação, em 1940, pelo maestro José Siqueira, a OSB tem se destacado pelo seu pioneirismo

Rio de Janeiro – O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, sancionou, nesta terça-feira (11), a lei que oficializa a Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB) como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. A medida ressalta a importância do mais tradicional conjunto sinfônico do país. Com mais de 5 mil concertos realizados desde sua fundação, em 1940, pelo maestro José Siqueira, a OSB tem se destacado pelo seu pioneirismo.

(Foto: Divulgação/FOSB)

Manifestação

A Advocacia-Geral da União (AGU) se manifestou ontem contra a ação apresentada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM) ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tornar obrigatória a vacinação de crianças de 5 a 11 anos no País.

Mapeamento

Depois da tragédia em Capitólio (MG), que resultou na morte de 10 pessoas, o Ministério do Turismo quer prevenir novos acontecimentos iguais. A pasta pediu para os estados fazerem mapeamento de riscos.

Críticas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou exemplos de “chefes comunistas gordinhos” para atacar a forma física do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB-MA). A declaração foi feita pelo presidente a apoiadores, nesta terça-feira, 11, durante a sua chegada ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

blank

Explicações – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou ontem que solicitou ao Instituto Butantan novos esclarecimentos para avaliar o pedido de uso da vacina contra a covid-19 CoronaVac em crianças. (Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF)

Anúncio