Para Arthur Neto, governo Wilson Lima é uma ‘mentira’

Governador caiu de paraquedas na gestão e – na condição de paraquedista – “não tem autoridade moral para criticar quem quer que seja”, disse Arthur

Manaus – O prefeito de Manaus Arthur Neto afirmou nesta quinta-feira (15) que Wilson Lima é um “fato lamentável” e que o governador caiu de paraquedas na gestão e – na condição de paraquedista – “não tem autoridade moral para criticar quem quer que seja”, disse Arthur. A declaração foi feita após ser questionado sobre críticas que Wilson Lima fez à gestão municipal na quarta-feira (14). Em resposta, o prefeito disse, ainda, que o governador não é “nada”. “O governador não é ‘nada’. Não tenho nada a dizer sobre ele. Vocês todos têm opinião sobre o governador, como cidadão. E o povo tem opinião sobre o governador”. Ainda segundo Arthur, a gestão de Wilson é uma “mentira”. “Inventar mais mentiras significa apenas aprofundar uma biografia cinzenta, obscura e que não tem nada a ver com que Manaus precisa de verdade”, disse. O prefeito de Manaus frisou, ainda, que sentiu falta de parceria. “Eu pensei que ele pudesse ser um parceiro, mas, ao contrário, é uma pessoa que os chefes dele puxam ele para um lado, puxam para outro. Ele não é um nada”, finalizou o prefeito.

Dívidas

O deputado Serafim Corrêa (PSB) chamou atenção, nesta quinta-feira (15), para os problemas que as empresas devedoras enfrentam no processo de regularização de dívidas tributárias com o Estado, mesmo com a possibilidade de Refis.

Problema

Segundo Serafim, além do governo do Amazonas não ter enviado à Assembleia Legislativa do Estado (ALE) o Projeto que autoriza o programa de recuperação fiscal, outro obstáculo é cobrança de 10% sobre essas dívidas pela Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Energia

Na próxima segunda-feira (19), a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado (CDC/ALE), junto a outros órgãos de defesa do consumidor, irá realizar uma audiência pública na comunidade Nova Canaã, no quilômetro 41 da BR-174 (Manaus-Boa Vista), para discutir as constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica na localidade.

Anúncio