Parintins corre risco de ter uma ‘Live da Covid’

Com patrocínio do Governo do Amazonas, está prevista para o próximo sábado (26) uma ‘live’ com a participação dos bois Garantido e Caprichoso no Bumbódromo de Parintins

Manaus – Seis meses após a chamada ‘Live da Covid’ – evento no Teatro Amazonas que contaminou participantes de uma apresentação do Boi Bumbá Garantido – o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, patrocina mais um evento que promete aglomeração de técnicos e trabalhadores do Festival Folclórico de Parintins. Está prevista para o próximo sábado (26) uma ‘live’ com a participação dos bois Garantido e Caprichoso no Bumbódromo. Como se não bastasse a presença da equipe técnica e itens das agremiações, a organização do evento levará “convidados vips” que irão ocupar camarotes do Centro de Convenções de Parintins. O assunto já virou alvo de discussão e divergências dentro dos grupos concorrentes. Chama atenção que, ainda no dia 26, a Prefeitura de Parintins realizará uma campanha de vacinação em massa na cidade. Resta saber se a administração municipal irá atentar para que as vacinas sejam aplicadas, exclusivamente, nos moradores daquele município.

Recomendação

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) expediram recomendação conjunta à Prefeitura de Parintins para que seja priorizada a vacinação contra a Covid-19 dos grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Imunização (PNI), principalmente dos trabalhadores da educação e das grávidas e puérperas.

Plano

A recomendação leva em conta que a Prefeitura não estava vacinando os grupos prioritários, preferindo vacinar a população geral de forma irrestrita, o que é uma violação ao PNI contra a Covid.

Desmatamento

O Governo do Amazonas decretou situação de emergência ambiental na Região Metropolitana de Manaus e nos municípios integrantes da Região Sul do Amazonas e caberá Ipaam executar as ações de resposta às ocorrências do desmatamento ilegal e queimadas não autorizadas.

Calçadas

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Região Metropolitana de Manaus (Seinfra) publicou extrato para contratar a empresa M. C. A. Construtora, ao custo de R$ 238 mil para construir calçada e realizar drenagem superficial no entorno da Reserva Ducke, na zona norte de Manaus.

Anúncio