Passo a Paço tem público recorde de 77 mil pessoas em uma noite

De acordo com a Prefeitura de Manaus, foram mais de 77 mil pessoas, entre famílias, casais, grupos de amigos, jovens e idosos

(Foto: Leonardo Leão/Manauscult)

Manaus – Uma multidão recorde em total de público e em diversidade ocupou as ruas do Centro Histórico neste sábado, 7, no terceiro dia do Festival Passo a Paço 2019, que contou com a atração de Zeca Pagodinho. De acordo com a Prefeitura de Manaus, foram mais de 77 mil pessoas, entre famílias, casais, grupos de amigos, jovens e idosos, aproveitando todas as atrações do evento que faz parte das comemorações aos 350 anos da cidade.

Chumbo grosso 1

Após as declarações o ministro da Economia, Paulo Guedes, contrárias aos incentivos fiscais da Zona Franca de Manaus, o projeto de reforma tributária que o governo dará apoio deverá atingir o modelo com chumbo grosso.

Chumbo grosso 2

Para ferir mortalmente o modelo, basta que a mudança na tributação exclua a atual vantagem comparativa local em relação aos demais Estados no Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O governo federal quer unificar o tributo sobre o consumo e ter a adesão dos Estados.

Centro Histórico

O recorde de público e de atrações e na sexta edição do festival Passo a Paço, que encerrou na noite deste domingo (8), mostrou que a cidade pode desfrutar e valorizar o Centro Histórico, a exemplo de outras iniciativas culturais, como os eventos na área do Teatro Amazonas.

Recorde

O recorde de mais de 4 milhões de livros foram vendidos – dos 5,5 milhões de exemplares disponíveis na 38ª Bienal Internacional do Livro Rio.

A Esplanada dos Ministérios ficou lotada, no desfile de 7 de Setembro. Antes mesmo de começar o desfile, as arquibancadas já estavam lotadas (Foto: Divulgação)