Poder paralelo para controlar a fiscalização

Manaus – O novo secretário executivo da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Luiz Gonzaga Campos, montou uma estrutura paralela de poder para controlar a fiscalização, o desembaraço, a tributação, além de julgamento e a arrecadação na pasta.

Manaus – O novo secretário executivo da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Luiz Gonzaga Campos, montou uma estrutura paralela de poder para controlar a fiscalização, o desembaraço, a tributação, além de julgamento e a arrecadação na pasta. A criação de ‘supervisores’ que inexistem na estrutura oficial causam contrangimento aos verdadeiros chefes. Foram nomeados Risonaldo de Melo Lima, Sérgio Pessôa Figueiredo Júnior, Nivaldo das Chagas Mendonça e Karen Valeska Monteiro.

Anúncio