Projeto que endurece pena para transporte irregular vai à sanção

O endurecimento da penalidade está previsto no projeto de lei da Câmara aprovado, nesta terça-feira (4), no Plenário do Senado Federal

(Foto: Arquivo/ABr)

Manaus – Dirigir veículo de transporte escolar sem autorização específica deverá ser classificado como infração de trânsito gravíssima. O endurecimento da penalidade está previsto no projeto de lei da Câmara aprovado, nesta terça-feira (4), no Plenário do Senado Federal. O texto vai à sanção presidencial. O PLC 109/2017 altera o Código de Trânsito Brasileiro para tornar mais rígida a punição para quem fizer o transporte remunerado de pessoas ou bens sem licença para tal.

Mudas

A Divisão de Serviço Social do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) realiza, nesta quarta-feira (5), uma ação de distribuição de 300 mudas de plantas frutíferas e ornamentais. A atividade faz parte da programação do Dia Mundial Meio Ambiente, comemorado nesta data, e acontecerá no Fórum Cível Desembargadora Euza Maria Naice de Vasconcellos, localizado no bairro São Francisco, zona Sul

Simulação

Na Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereadores e servidores participaram, nesta terça, de um teste de simulação de incêndio que movimentou a Casa Legislativa.

Bolsa

A vereadora professora Jacqueline Pinheiro (PHS) realizou, nesta terça, na Câmara Municipal de Manaus (CMM), uma sessão solene em homenagem aos dez anos de criação do Programa Bolsa Universidade (PBU) da Prefeitura Municipal de Manaus.

Índios de diversas etnias do País protestaram, nesta terça-feira (4), na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília. O líder Raoni fez críticas duras à forma como o governo Jair Bolsonaro tem conduzido as políticas indigenistas (Foto: Divulgação)